25 de outubro de 2010




eu não quero ter razão,
eu quero ser feliz.
ferreira gullar

4 comentários:

a n d r e a disse...

Ma ra vi lho sooo!!!

Arlete disse...

é

Anônimo disse...

Ouvindo apenas

e gato e passarinho
e gato
e passarinho (na manhã
veloz
e azul
de ventania e ar
vores
voando)
e cão
latindo e gato e passarinho (só
rumores
de cão
de gato
e passarinho
ouço
deitado
no quarto
às dez da manhã
de um novembro
no Brasil)

Andrea Nestrea disse...

eu não consigo ser assim.
será que chego aos 80 pra pensar assim?
aiaiaiai