16 de dezembro de 2009

quase voando


Por quê?
Por que nascemos para amar, se vamos morrer?
Por que morrer, se amamos?
Por que falta sentido ao sentido de viver, amar, morrer?

Carlos Drummond de Andrade





2 comentários:

Arlete disse...

ao amor todos os brindes ... ao amor tudo !!!!!!sempre !!salú .. felicitá

Andréa Lion disse...

adorei, cris!

beijos e beijos e muitos momentos bons pros dois!
venham pro rio!
eu vou adorar, de novo!