1 de dezembro de 2008

vicky cristina barcelona



acordei feliz porque tinha programa gostoso: filme novo do woody allen. oba! empolgada, resolvi caminhar até o cinema que fica no shopping aqui perto. tudo ia bem, a sala nem estava tão cheia, ninguém com saco gigante de pipoca perto, tudo lindo! as luzes foram se apagando e o filme começou com as fortes cores de Barcelona aparecendo na tela e uma música deliciosa. mas de repente, a sala foiinvadida por centenas de crianças, tudo bem vai, umas trinta. e com elas duas professoras. "_ tudo bem, elas logo vão perceber que entraram na sala errada." ouvi de alguém sentado na mesma fileira que eu. entrei em estado de choque quando entendi que eles estaram na sala para assistir ao filme, (mas que tipo de filme isso não importa!). e ali permaneceriam até o final da sessão. não me dôo com a dificuldade de uma criança de nove anos em conseguir entender ou não um cineasta como W. A, mas era claro que o meu prazer de ver um filme tão fresquinho e me deliciar com as piadas, tiradas e os lindos cenários do diretor que para mim é um dos melhores, isso sim, seria impossível.
sinceramente, não sei o que se passa na cabeça de uma professora que leva crianças de nove anos para assistir a um filme de temática tão adulta e tão distante da realidade em que elas vivem. sofremos, eu, que não desfrutei do filme tão esperado e aquelas crianças que não sabiam como, nem o quê dizer ou gritar naquela sala de cinema.
gente equivocada. af.

" Porque tanto perderse
Tanto buscarse
Sin encontrarse
Me encierran los muros de todas partes"
Giulia Y Los Tellarini

2 comentários:

Anonymous disse...

gente sem noção!

andrea lion disse...

realmente, não dá para entender a atitude de profesoras como estas.
assistir a um woody allen fresquinho tem sido, ano após ano, um dos meus prazeres preferidos.
assisti numa pré-estréia a meia noite!!! hora difícil de encontrar crianças mal acompanhadas....
o filme é bárbaro!!!
quando eu chegar aí, cris, podemos ver novamente, na última sessão!!!!!! bjs